Matriculas 2022  |

Missão Univida promove ação humanitária na Reserva Indígena de Dourados

  • Região [Notícias]
  • 14/01/2022 às 11:17hr

Voluntários chegaram no domingo e realizaram a média de 600 atendimentos por dia

O Prefeito Alan Guedes esteve na tarde desta quarta-feira (12), com os representantes e voluntários da Missão Univida, que promove uma grande ação humanitária na Reserva Indígena de Dourados. O encontro aconteceu na Escola Municipal Indígena Tengatuí Marangatú.

“Ações como essa são de grande importância para a comunidade indígena. A Missão Univida é considerada a segunda maior missão humanitária da América Latina e nós enquanto administração temos que prestar o apoio necessário. É uma união de esforços que chega a um importante resultado”, pontuou o prefeito Alan.

“A prefeitura participou colaborando com todo o apoio logístico que nos foi solicitado para a realização da missão”, afirma o secretário adjunto de saúde, Edvan Marcelo Marques, que estava acompanhando o prefeito. Eles foram recebidos pelo Padre Eduardo, de Fernandópolis (SP), que é o idealizador e líder da missão.

Os 140 voluntários, entre médicos, dentistas, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, e acadêmicos, chegaram no domingo (9) a Dourados, onde realizaram diversas atividades, principalmente na área da saúde.

Segundo o Diácono, Erismar Pitarello, que é um dos representantes da Missão, essa edição foi realizada de forma atípica, já que é no mês de julho que normalmente acontece a ação. “Em razão da pandemia, não realizamos a ação durante dois anos, e por isso, a missão veio em janeiro, com 140 pessoas, sendo 120 profissionais e 20 pessoas como equipe de apoio. Em julho, a missão retorna a Dourados com 300 pessoas. A missão trouxe 40 toneladas de doações, entre medicamentos, roupas, calçados, brinquedos e alimentos, e dentro das atividades também é realizada essa distribuição”, explica.

“Também é muito importante destacar o apoio que recebemos da Prefeitura de Dourados, na pessoa do prefeito Alan Guedes, do secretário Edvan, da Guarda Municipal, que não mediram esforços para nos atender nas demandas solicitadas”, ressalta Pitarello.

Os atendimentos realizados foram feitos por uma equipe multiprofissional. “A missão tem um cunho humanitário, mas prezamos pelos atendimentos na área da saúde. Os procedimentos mais procurados pela população são os atendimentos médicos, de enfermagem e de odontologia. Acredito que realizamos entre 600 e 700 atendimentos por dia nessa missão”, relata o enfermeiro, Adler Roberto.


  • Fonte: Assessoria

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Dengue - Câmara de Anastácio |